Terça-feira, 15 de Abril de 2008

16

Perto da hora de Almoço:

Alice sai do quarto de Joana e dá de caras, no corredor, com Madalena. Madalena corta o caminho de Alice.


Madalena

Então Alice. Está tudo bem contigo?

Alice

Sim. - diz, sem vontade de prolongar a conversa.

Madalena

É que ontem preocupaste o pessoal. De certeza que está tudo bem?

Alice

Sim. Está. - diz, olhando Madalena de frente.

Madalena

Nós ainda não nos conhecemos bem, mas por estranho que pareça, por vezes é com desconhecidos que nos sentimos melhor a falar.

Alice

Não tenho nada para falar. Já disse que está tudo bem.

Madalena

A tua reacção de ontem não me mostrou isso. Algo se passa contigo.

Alice

Não se passa nada. Eu não preciso de ser levada a casa, como se fosse uma criança. Já tenho quase 14 anos. Sei cuidar muito bem de mim e não preciso da ajuda de ninguém. - diz, com um olhar de raiva.

Madalena

Está bem. Pronto. Não precisas de mostrar todo o teu mau feitio. - diz calmamente e a sorrir – Só ficámos preocupados com a tua reacção, nada mais.

Alice

Não têm que ficar preocupados. Só não gosto que me tratem como uma criança. Só isso. - diz, mais calma.

Madalena

Ok. Vai lá então brincar com as bonecas. - diz, com um sorriso.

Alice

Eu não brinco com as bonecas. Eu brinco com a Joana que é a única pessoa que não me faz perguntas sobre coisas que não entende, nem nunca vão entender. - diz, mostrando a Madalena ter percebido a ironia da sua frase.


Alice volta a entrar no quarto de Joana


Alice
Hoje vou-me embora mais cedo.
Joana
Porquê?
Alice
Tenho coisas para fazer em casa.
Joana

Está bem. E quando é que nos voltamos a ver?

Alice
Em breve. Eu vou passando por aqui.


Continuam depois a brincar.


Na sala, Maria está a arrumar livros nas estantes, enquanto Tomás e José estão em cima de um escadote, a colocar um candeeiro no tecto. Entra Madalena


José

Que ninguém toque no interruptor da luz, por favor. - diz, enquanto vai mexendo nos fios eléctricos.

Madalena

Estive a falar com a Alice. Acho-a um pouco instável. - diz, sem destinatário definido.

José

A Joana já lhe deve ter falado da tua depressão, por isso ela deve pensar o mesmo de ti. Estão quites! - diz, desprezando a preocupação de Madalena.

Madalena

Estou a falar a sério. Afinal é algo que eu conheço bem...

Tomás

Eu não acho que tu sejas assim tããoo instável. - diz, descendo do escadote e aproximando-se de Madalena.

Madalena

Claro que não sou. - diz, começando a mostrar alguma irritação – O que eu quero dizer é que isso é algo da minha área.

José

É verdade. Ela esteve muito tempo em instituições de saúde mental. - diz, para Tomás.

Tomás

Bom. Isso explica muita coisa. Mas tens a minha total compreensão. Para mim as pessoas não têm rótulos. Quem é que determina se uma pessoa é louca, ou não? Quem nos garante que somos nós, os chamados “normais”? - diz, começando a entusiasmar-se – Quem pode atribuir, a um pobre espírito perdido, um rótulo? Quem se acha no direito de decidir, o caminho que esse espírito deve percorrer?

José
A minha irmã! - responde, apontando para Madalena.
Tomás

O quê? - pergunta, surpreendido.


Maria coloca-se ao lado de uma irritada Madalena.


Maria

Apresento-te a minha cunhada, Psicóloga Clínica. - diz, abraçando Madalena.

José

Aposto que o teu espírito não estava à espera desta! - diz a rir, para Tomás.


Madalena sai da sala, mas não sem antes ligar e desligar o interruptor, fazendo com que José apanhasse um choque eléctrico.


Maria

E aquele era o seu mau feitio, mas esse já tu tiveste o prazer de conhecer ontem. - diz para Tomás, enquanto se ri da cara, literalmente de choque, de José.


Um pouco mais tarde:

Alice desce até à sala, onde estão todos os adultos a terminar as respectivas tarefas.


Alice
Venho dizer que me vou embora.
Maria

Então não queres almoçar connosco?

Alice

Não. Hoje não posso, obrigado. Tenho que ir para casa. Adeus. - diz, saindo de seguida, não dando tempo para mais perguntas.

Madalena
Eu já venho.
Maria
Onde vais?
Madalena

Já venho. Não se preocupem comigo.

José

Deixa a rapariga em paz. - diz para Madalena – A moça não tem nada que tu não tivesses na idade dela, chama-se adolescência. - grita.


Tarde demais. Madalena acaba de bater com a porta da rua.


Tomás

Nota-se que vocês são irmãos. São ambos um pouco instáveis. - diz, enquanto vai mexendo nos fios eléctricos de um aplique de parede.


Maria impede que José mexa no interruptor.

publicado por Luis às 22:31
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Shootingstar a 16 de Abril de 2008 às 00:31
Excelente!!! Mais, mais!!! Quero mais!!! Estou a adorar!!!
De Violeta a 16 de Abril de 2008 às 06:26
Ah ah! Eu, cm sempre, soube-me a pouco... E curto a interactividade. hehe! o indíce de audiências. E agora um tipo "Agora Escolha" ou "O diário de Sofia". hehehe!
De dayana a 16 de Abril de 2008 às 09:34
Muito bom! E agora, até já começamos a conhecer as personagens:aquela do José querer mexer no interruptor era... normal! ; ))
Wainting for the next.
Ah, verdade: gostava das pedrinhas, mas gosto ainda mais deste novo visual ; )
Parabéns!
De dayana a 16 de Abril de 2008 às 14:16
PS: mas quem é a Miquelina??!!...
De danitri.® a 16 de Abril de 2008 às 20:55
Pois, quem é a Miquelina? lol

De Joana a 16 de Abril de 2008 às 23:30
Hahaha... Esta é a única novela que acompanho e estou a adorar!
Até já estou a imaginar a entrada em cena da sogra Miquelina, hehe!
De P. Barbosa a 22 de Abril de 2008 às 01:24
Olá,

Escrevi o primeiro post no meu blog do sapo em http://sopadasvontades.blogs.sapo.pt

Por favor, vê e diz-me se gostas.

Obrigado
De curiii a 27 de Abril de 2008 às 13:02
tenho a sensação que nao fazes a menor ideia obre o que fazer com a alice, e que ainda nem sabes quual será o seu segredo, daí tanta demora na escrita do proximo post..e andas sempre a tentar dar a volta a questão..o que eu axava que seria um grande blog, está a perder o interesse devido a demora dos posts.. mas de qualquer maneira parabéns pelo que fizeste até aqui!
De Angela a 28 de Abril de 2008 às 17:45
Atão????
De danitri.® a 28 de Abril de 2008 às 23:25
deve andar ocupado. lol

Comentar post

.mais sobre mim

."Capítulos"

. 20

. 19

. 18

. 17

. 16

. 15

. 14

. 13

. 12

. 11

. 10

. 9

. 8

. 7

. 6

. 5

. 4

. 3

. 2

. 1

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Olha! Interacção!

E agora?
Merecemos 200 chicotadas por termos pensado que não sabias o que fazer à história
Merecemos 500 chicotadas por pensarmos que a série acabava aqui
Temos que depositar largas quantias de dinheiro da tua conta para que nos possas perdoar
A ciática ainda chateia, e o trabalho também, pelo que vamos a ver quando sai o próximo.
Pois, mas eu penso que continuas sem saber o que vai sair daqui.
E estas interacções ainda continuam!?
  
pollcode.com free polls
blogs SAPO

.subscrever feeds