Segunda-feira, 17 de Março de 2008

5

Ao final da Tarde:

Maria vai até ao quintal, onde Joana e Alice se encontram a brincar com caixotes de papelão vazios. Nenhuma delas se apercebe da chegada de Maria.


Joana

Senhora Dona Alice, olhe que temos que nos despachar para irmos ao cabeleireiro. Repare neste meu aspecto. Pareço mesmo a tia Madalena. - diz, para Alice.


Maria ri-se.

Maria

Andas a ver novelas a mais. - diz, para Joana.


Joana fica atrapalhada.
Maria dirige-se a Alice


Maria

Alice, tens a certeza que os teus pais não se importam que tu jantes connosco? Eles nem nos conhecem! Podem ficar preocupados. Não me queres dar o número de telemóvel de um deles, para os descansar?

Alice

Não é preciso. - diz, atrapalhada e ficando com as faces vermelhas - Eu já lhes telefonei com o meu telemóvel, e expliquei tudo - tira do bolso algo que parece um telemóvel, mostra-o rapidamente a Maria e volta a colocá-lo no bolso - Eles confiam em mim. Está tudo bem.

Maria

E não queres que eu fale com eles? - insiste.

Alice

Não. Só me pediram que depois do jantar fosse logo para casa.

Joana

Depois do jantar posso ir contigo ver onde é a tua casa? - pergunta a Alice.

Alice

Não! - responde rapidamente - Depois é muito tarde, os meus pais estão cansados e não vão querer visitas. - diz depois, de uma forma mais calma.

Maria

E os teus pais trabalham no quê? - pergunta, intrigada.

Alice

São...médicos. - diz hesitante - E hoje calhou estarem os dois de serviço.

Maria

Bom. Está bem. - diz, não convencida com a conversa - Sendo assim, toca a ir para dentro lavar as mãos e sentar à mesa.


Maria volta para dentro de casa. Joana e Alice olham uma para a outra. Joana repara que algo de estranho se passa nos olhos de Alice.


Joana
O que tens?

Alice

Nada. Vamos arrumar isto e vamos comer. - diz, enquanto começa a agarrar em vários brinquedos espalhados pelo chão do quintal.

Joana

Espera. Em primeiro temos que desmarcar a nossa ida ao cabeleireiro.  - reage, assumindo novamente a sua personagem da brincadeira - Dá-me o telemóvel que eu falo. Ele não vai gostar nada disto. - diz, enquanto tira o telemóvel do bolso de Joana, fingindo depois marcar números e falar com alguém, com o telemóvel de brincar.


Na cozinha:

Maria

Aquela Alice, parece boa moça, mas.... - deixa pendurada a frase.

Madalena
Mas o quê?

Maria

Nada. Deixa.


Maria olha para o quintal, onde Alice ajuda Joana a arrumar os brinquedos. Tenta pensar em possíveis explicações para a mentira e atrapalhação de Alice.


Maria

Mostrar-me o telemóvel de brincar da minha filha, como se fosse o dela?! - diz, baixinho.

Madalena
O quê?
Maria volta-se para Madalena.


Maria

Nada! Embora chamar o José. Será que ele já acabou de montar as camas?

Madalena

Já não o ouço a dizer asneiras, há uns cinco minutos, pelo que se calhar, já vamos dormir nas nossas camas.


Entretanto chega José à cozinha com vários dedos envolvidos em pedaços de pano.


Maria

O que é que te aconteceu, amor? - diz preocupada.

José

Nada de especial. - diz orgulhoso - apenas fiz o meu trabalho de homem da casa e, graças a mim, todos temos uma cama onde merecidamente podemos repousar do dia de hoje. Foi um trabalho duro, mas compensador.


José levanta a tampa de um tacho para ver o que é o jantar.


José

Mereço por isso comer o resto da piza que sobrou do almoço. - diz, enquanto volta a pôr a tampa no tacho.


Ouve-se um ruído de algo a cair no andar de cima.


Madalena

Se o teu jeito para a bricolage se mantém, aquilo foi uma das camas a desmoronar-se e com ela, a remota possibilidade de comeres outra coisa, que não o belo jantar que eu e a tua mulher preparámos.

publicado por Luis às 12:37
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Paris Brest a 17 de Março de 2008 às 19:20
Finalmente de volta! Decidiu então passar da realidade para a ficção!... Bem que eu já tinha sugerido uma ida até Hollywood... Ainda bem que não foi! :)
De heartbeats a 17 de Março de 2008 às 22:34
a tua historia com nomes novos?
De maluquitaM a 17 de Março de 2008 às 23:50
E o resto? Agora fico a ansiar o resto da história...

Continue que a história está a ir bem! Para novela ainda falta traição, mentira e uma morte ou duas...

Comentar post

.mais sobre mim

."Capítulos"

. 20

. 19

. 18

. 17

. 16

. 15

. 14

. 13

. 12

. 11

. 10

. 9

. 8

. 7

. 6

. 5

. 4

. 3

. 2

. 1

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Olha! Interacção!

E agora?
Merecemos 200 chicotadas por termos pensado que não sabias o que fazer à história
Merecemos 500 chicotadas por pensarmos que a série acabava aqui
Temos que depositar largas quantias de dinheiro da tua conta para que nos possas perdoar
A ciática ainda chateia, e o trabalho também, pelo que vamos a ver quando sai o próximo.
Pois, mas eu penso que continuas sem saber o que vai sair daqui.
E estas interacções ainda continuam!?
  
pollcode.com free polls
blogs SAPO

.subscrever feeds